1 de dez de 2011

VIVER A VERDADE – transformando a Vida em prece

A Verdade dentro de cada um de nós é COR, MOVIMENTO e LUZ!*

... é  ALEGRIA, HARMONIA, AMOR e LEVEZA!! *



Entramos, oficialmente, no último mês de 2011, sinalizando o término de mais um ano, quando o cansaço da caminhada somado à energia dispensada aos preparativos das festividades tornam o nosso tempo/espaço mais curto e limitado, promovendo certo estado de agitação interior, que revela o uso da nossa energia mal aplicada - causa da sensação de exaustão, mas também, do lembrete sábio da necessidade das férias, da pausa, do repouso e do silêncio que organiza.

            Pois, para sair do turbilhão das exigências externas, sabemos que o melhor lugar é o centro do furacão – o centramento dentro de nós - que estabiliza as energias para que possamos escutar a nossa verdade, a nossa voz interior que funciona como um guia inteligente, um GPS que indica o melhor caminho. Afinal, um novo ano apresenta-se como grande Oportunidade de correção de rotas.

            E, neste convite de acerto de rotas, lembramos que viver a nossa verdade interior é o caminho mais simples - que nos remete ao artigo anterior “Simplicidade como caminho” - que ocorre, a cada momento em que nos dispomos a OUVIR a Voz Interior, onde o coração transforma toda e qualquer “técnica” em vivência “Real”, que provém da realeza de nossa origem divina que passa a atuar na nossa experiência de vida em cada gesto, pensamento ou sentimento, organizando de forma sábia o correto uso das nossas energias, agora sem desperdícios.
           
            Então, compreendemos a máxima que diz:

“Se você encontrou a sua verdade dentro de você, não há mais nada para descobrir em toda esta existência. A verdade está atuando por meio de você.” **

            Assim, a vida se torna mais leve, pois nesse estado de serenidade, ancorado nesse centramento em si, as dualidades do caminho são mais facilmente superadas, diante da aceitação de tudo o que é, nos remetendo à nossa parcela de responsabilidade no “como” viver, em plena consciência de escolha.

            Pois, podemos viver sob a influência da superfície externa do furacão, da agitação, do caminho mais árduo, ou podemos viver, a partir do centro, sob a influência da sabedoria interior que não se deixa levar pelas intempéries externas e que transforma a Vida em Verdade. E, quando você vive como Verdade, torna-se – “cheio de vida, radiante, satisfeito, abençoado, uma canção em si mesmo. Toda a sua vida se transforma em uma prece sem palavras ou, melhor dizendo, em um estado de oração, eu um estado de graça, de beleza que não pertence a esse mundo, em um raio de luz vindo do além, iluminando a escuridão do nosso mundo”.*

            É com esse espírito que nos inspiramos a entrar nesse mês de dezembro, em preparação para a verdadeira festividade a ser comemorada nos dias vindouros.


* Fotos dos trabalhos na Meditação Semanal do Espaço Matrix
** A Voz Interior – ‘O tarô Zen, de Osho’







2 comentários:

  1. ... então vamos acertar a rota rumo à 2012 ... e de olho nesse blog sempre, que nos direciona com tanta Mestria para o caminho da luz !

    Grata minha companheira do Tao !

    bjs,

    ResponderExcluir
  2. Proposito: transformar avida em uma prece!
    Obrigada fa por tao sabias palavras!
    Ada

    ResponderExcluir