23 de dez de 2013

2014 Prosperidade no Poder do Amor

Na foto, a "Árvore da Prosperidade" do Matrix com seus votos renovados para o próximo ciclo está posicionada no 'guá da Prosperidade e Poder', regido pelo 'Trigrama Sun', o Vento, que:

"sugere uma tendência expansionista do ser, o desenvolvimento de suas possibilidades de atuação que 'penetram todos os espaços' e conduzem a 'Realização'. 
O indivíduo encontra finalmente seu lugar no mundo." *

Aqui, "a Prosperidade relaciona-se ao Poder e à Boa Fortuna (Bons Ventos).
E o Poder não é aqui definido como exercício de soberania, domínio ou influência sobre o outro, mas significa dispor de força ou capacidade para revelar a si próprio." *

REVELAR A SI PRÓPRIO

Sendo essa, a principal proposta que rege as atividades do Matrix, finalizamos nosso ano imbuídos desse Poder que emana de nossos corações - o AMOR - para que ele seja a nota fundamental de todas as nossas atividades durante o próximo ciclo que se nos apresenta, trazendo os Bons Ventos da Prosperidade, cuja base é a revelação dos dons e talentos singulares que trazemos para compartilhar na face da Terra.

Gratidão a todos os amigos que compartilharam seus talentos singulares em nossos encontros presenciais e também virtuais nessa linda rede cristalina de pura intenção na Lei do Amor.
Sintam-se todos incluídos no abraço dessa Árvore da Vida em Amor e Prosperidade!

Namastê.

Até o próximo ano!!!!

* "Feng Shui KAN YU - Arquitetura Ambiental Chinesa " 
- Arquiteto Carlos Solano - 
Editora Pensamento

14 de dez de 2013

"Reconhecendo meus invernos, encontrei Paz e Harmonia"

Foto de Nick Chan

Quando olhamos com a profundidade da alma para cada cenário da vida, 
a VIDA se apresenta, linda e bela, em pura Harmonia.

Cuidar é ver o que é, sem distorções.
Preocupar-se é tentar controlar, sem saber que nada pode controlar, a não ser a si mesmo.
Curar é encontrar-se, revelar-se e permitir à Vida fluir, sem medo de ser feliz.
 

5 de dez de 2013

Ouça, Veja, Seja


Por quê corro, do que corro?
Por quê busco, o que busco?
Paro.
Ouço.
Olho aqui e no entorno.
Vejo evidências reais.
Riso se faz.
Paz.

Seja o que vier, como vier ou o que for, agora tanto faz.
 Pois, não há mais diferença entre o banal e o altruísta,
quando todo fazer se faz simplesmente experiência.
E, assim nenhuma forma se cristaliza na existência.

1 de dez de 2013

Os primeiros passos da Longevidade

Dia 1 de Dezembro,
o primeiro dia, os primeiros passos
 para infinitas possibilidades dentro de nós.

As tartaruguinhas recém-nascidas e tão pequeninas, apesar de avistarem um mar imenso à sua frente, seguem destemidas, passo a passo, sem hesitar, em direção ao mar 'infinito'. Afinal, as tartarugas são o símbolo da longevidade, Vida que vai ao longe!
Apesar do seu tamanho minúsculo, elas não se contêm, não se limitam, apenas fazem uso da energia ilimitada que as move.
Essa cena revela a força vital e inteligente que rege a natureza de todos os seres. E, nos faz lembrar que, independentemente das espécies, da forma física e do tamanho essa energia existe, está presente,  pois é a própria vida fluindo generosamente, sem reservas.
Uma diferença entre as espécies é que, nós da espécie humana,  muitas vezes nos reservamos demais e relutamos em permitir o fluir natural da Vida em nós. Talvez nos impressionemos com a nossa forma diminuta diante do Universo e, diferentemente das tartaruguinhas deixamos de ver o infinito invisível dentro de nós.
Ou, talvez as tartaruguinhas simplesmente deixam que a Vida se expresse através delas, pois não enxergam divisões. Elas e a Vida são unas, a Existência existindo. E, assim seguem, a partir do primeiro passo de sua longevidade para a eternidade de si mesmas.
Vamos pegar essa onda?!
Fui!

* Foto de Eliza Carneiro, Fotógrafa, Bióloga, Arte-educadora e Parceira do Espaço Matrix nas Oficinas Fotográficas "Despertando Olhares" 
* Praia do Forte - BA