19 de mai de 2014

LIBERDADE é quando as necessidades são desnecessárias


Quando nos cuidamos, passamos a nos perceber com olhos mais lúcidos e assim a olhar com mais clareza e discernimento para os nossos sentimentos, muitas vezes tão escondidos no fundo do peito, que chegam a apertar em dor, de tão presos que estão... nos tirando até a capacidade do livre respirar.

Então, percebemos o quanto nos prendemos e, assim também, perdemos a nossa mais cara liberdade de Sermos quem Somos com toda nossa potencialidade e originalidade, quando achamos que precisamos fazer em função das circunstâncias ou das pessoas para satisfazer uma necessidade criada de auto-valor.

Porque, quando não cuidamos de nós mesmos, de nosso próprio jardim, esquecemos de olhar para o Valor que Somos e de confiar na Essência Divina que nos move à todos, e começamos a buscar essa segurança e conforto fora de nós, nos relacionamentos com as coisas e pessoas, no intuito de ocupar os nossos vazios mais profundos.

O cuidar consciente de si, dia-a-dia, vai acalmando o nosso olhar para percebermos sem crítica, sem julgamento e sem culpa, como temos criado dependências e dependentes para suprir essa necessidade de auto-valor, alimentada através dos relacionamentos familiares, conjugais, profissionais ou sociais. 
Nos faz perceber até que ponto, ao fazermos 'pelos' outros ou 'pelas' situações, deixamos de colaborar "para" o bem maior de tudo e de todos, quando agimos inconscientemente para suprir a necessidade de sermos vistos ou reconhecidos em nosso valor.

O cuidado com o auto-cuidado vai cada vez mais iluminando nossas necessidades desnecessárias ao percebermos que cada um de nós é auto-sustentável, providos da mesma Energia Vital, Criativa e Divina. 
E que, em verdade, não precisamos cuidar de nada ou de ninguém, além de nós mesmos, porque a cada um foi conferido o Dom da Vida que supre e capacita a todos no mesmo Poder de gerar através da Criatividade da Vida, a própria Abundância e Prosperidade.
E, isso é a verdadeira Confiança que nos confere, a todos, a mesma Liberdade.

Ao nos reconhecermos no Valor dessa Essência que nos provê de absolutamente tudo na vida, deixamos de ter necessidades, deixamos de gerar dependências ou dependentes de coisas ou afeto, onde cada Ser é Livre para contribuir com a sua Luz ao despertar do auto-valor, que simplesmente é a Luz que em cada um de nós reside, sem distinção.

Percebemos, por fim, que toda solidão ou vazio que um dia sentimos, era a falta de nós mesmos.
A falta que sentíamos, era dessa inteireza de Ser, fragmentada ao longo do tempo, enquanto tentávamos suprir necessidades fora, enquanto tudo já estava dentro.

E se ainda há alguma necessidade, é a do auto-cuidado.
Cuide-se. Ame-se. Você é o seu maior tesouro!

Fátima Lee


Nenhum comentário:

Postar um comentário