16 de mar de 2013

FOCO na Alegria de Viver


O nosso 'olhar urbano', muitas vezes está atento apenas para a lente habitual do dia-a-dia: correria, trânsito, congestionamento, irritação, poluição de todos os gêneros.
Muito desse olhar é fruto de toda uma história ou da forma como nos posicionamos diante da história da civilização, que gerou esse modo de funcionamento diante da vida. 

Nessa roda-viva não temos tempo pra mais nada. Corremos tanto pra lá e pra cá e, por fim, acabamos fragmentados: cada pedacinho nosso perdido na linha do espaço/tempo, tal qual aprendemos a seguir.

Estamos presentes em corpo físico, mas nossos pensamentos vagueiam no futuro, nossas memórias no passado e, nosso sentimento transita entre esses dois pólos.
E, isso nos anestesia, impedindo que sintamos o presente, que o vivamos plena e intensamente, independentemente do tempo climático interno.

Pois, faça chuva ou faça sol, a alegria e a beleza da vida podem estar presentes preenchendo nosso momento de vitalidade e energia positivas para promovermos mudanças de hábitos mais saudáveis, aqui e agora, onde teremos "dias melhores pra sempre". Não precisamos mais 'viver esperando por dias melhores', quando recolhemos essas partes de nós mesmos espalhados pelo mundo afora e os integramos aqui no 'mundo adentro'.

No dia 13 de março de 2013, aconteceu no "Espaço Matrix", a Oficina Fotográfica 'Despertando Olhares Urbanos".
Uma das propostas dessa oficina é promover um momento para criarmos esse funcionamento interno diferente, onde os nossos olhos se tornam a lente do nosso coração. E nesse momento ocorre uma integração de nós mesmos, pois o coração executa e a mente não opina, aprende a sentir. 

Particularmente, foi uma oportunidade incrível onde pude sair do 'padrão de dispersão de minhas partes' e entrar num campo de coesão de mim mesma. E, desse modo, ao estabelecer essa conexão, pude sentir a integração  do meio urbano com todas suas idiossincrasias, apreciando a natureza que se destacava em novas cores e, através do clique da máquina fotográfica realizar novas composições da vida.
Sou imensamente grata à Vida e aos parceiros da 'Nave Matrix' que tornam essa viagem para o mundo interior a mais bela das aventuras em bem-aventurança.
Minha especial gratidão à Eliza Carneiro - arte-educadora de fotografia e facilitadora dessa Oficina no Matrix e nossa parceira Carla Malieno Gomes - arquiteta e harmonizadora de ambientes que tornou real o "Espaço Matrix" que, hoje, é minha nova 'composição de vida'.

Namastê a todos os parceiros, amigos, participantes e leitores que fazem parte dessa linda composição. 
Fátima Lee


Nenhum comentário:

Postar um comentário