14 de jan de 2013

"FOCO - Encontrando a Passagem"

Foto de Lucas Yarid

Ciclos encerram e iniciam e, assim, um ponto final dá início a um outro ponto de partida.

Existe um limite entre uma coisa e outra que dá a sensação de tempo fora do tempo. Nos sentimos um pouco perdidos, sem direção e, muitas vezes, damos voltas e voltas no terreno conhecido, em busca da saída.

A passagem nem sempre está nítida, pois na mudança de fase, tudo é novo.
Enxergamos bem aquilo que já conhecemos, mas nossos olhos tem que se concentrar num novo foco, o que exige maior atenção de nossa parte para percebermos com olhos lúcidos, o ponto de luz que nos indique a passagem para o novo.

O novo é sempre desconhecido. E, vivenciar o novo, o salto para o desconhecido, requer a superação de medos.
É por isso que, em tempos de passagem, os conflitos e as dúvidas - que alimentam antigos padrões de medo - se fazem tão presentes. Divinos presentes que nos capacitam a romper os laços que ainda nos prendem às velhas e conhecidas experiências.

A palavra de ordem é FOCO!!
E, em seguida, bem-vindos à passagem!! 

"Não procure à distância o que está bem à sua frente!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário