23 de jul de 2012

“Encontrando a Liberdade no solo fértil para crescer”


Após o recolhimento nas férias de julho, tal qual a semente contida em si mesma preparando-se para reescrever uma nova historia, também estivemos, em introversão, aquecendo toda a potencialidade que reside em nossa semente para renascermos para um novo semestre, reescrevendo também nossa nova historia.

            Analogamente à semente, também precisamos de um solo fértil para germinar e crescer, onde possamos nos libertar da solidão e do isolamento, ao romper da concha rígida que nos protegeu, para enraizar no solo e crescer em direção ao céu, no movimento de união entre céu e terra.

            Então, trabalhamos continuamente para manter o solo propício, em equilíbrio, para que esse crescimento resulte numa grande e frondosa árvore – senhora do próprio destino.

            A semente que rompeu as correntes de seu estado de condicionamento, pode agora “dar nova forma a si mesma, abraçando todas as cores do arco-íris, aflorando das raízes obscuras e amorfas de seu passado inconsciente, e criando asas para voar para o céu”.

Pois, reconhecendo a si mesma com todo seu potencial, adquire novo poder ao “descobrir sua própria e verdadeira natureza determinando-se a viver de acordo com ela”.  

É dessa forma que, a semente que contemos em nós também pode ser “suficientemente corajosa para assumir a responsabilidade por quem é, vivendo a sua própria verdade”.

Vamos viver a nossa própria verdade interior, expressando a autenticidade de Ser na construção de um mundo de paz e amor?

Na União dos nossos esforços como grupo coeso que configura a humanidade, este é o nosso convite para esse semestre que se inicia!!

O Amor promove a União. A União configura a Força propulsora para mudanças significativas. É o processo de evolução seguindo seu fluxo!!

Bem-vindos às atividades do Matrix!!


 (* - Taro Zen Osho – O Rebelde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário