10 de out de 2016

Escrever e Viver a própria história é Ser Feliz


Escrever e Viver a própria história é Ser Feliz 
Essa é a melhor forma de Servir

Isso pode até soar egoísta, mas sob o ponto de vista de que somos partículas de uma mesma Unidade, temos a responsabilidade individual da energia que produzimos e expandimos para o Todo que configuramos.
E ser feliz, nada mais é que despertar para a sua própria Luz, desenvolvendo a maestria sobre seus veículos, para que essa Luz possa fluir. Assim, Servir é reverberar, cada qual ao seu modo singular, a Luz a que veio revelar.

A questão é que a semente do egoísmo não se resume ao apego que geramos por coisas e pessoas mas, antes, no apego que criamos em ideias, conceitos e crenças que nos conduziram a nos vermos separados. E, conseqüentemente, no modo como operamos a energia primeva abundantemente recebida e transformada em pensamentos, sentimentos e atitudes nas situações mais corriqueiras no decorrer do dia, quando não temos desperta a Consciência dessa Unidade que somos.

E sob essa ótica inclusiva e amorosa de que somos todos partículas de um Grande Todo que se reúne, a começar pela integração de nós mesmos, uma grande leveza nos toma quando percebemos que já somos livres para nos revelar e não há mais necessidade de sermos reféns de nossas próprias cobranças ou julgamentos, ao assumirmos a responsabilidade sobre a própria vida que nos percorre. 
E que nos basta apenas viver intensamente a Presença, rica e abundante na profusão do Amor que em essência, todos somos.

Amar a Vida é viver em Integridade do Ser, na Presença como Protagonista.

Eu escolho a Presença que reside no Presente que é a Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário